Magnetismo e a 3ª Idade

artigo10_3_1

Magnetismo por definição, segundo Jacob Melo é “a transmissão ou a manipulação de um fluido, de uma energia curadora, de quem a possui para quem necessita.” E conclui dizendo que “o passe atua diretamente sobre o corpo espiritual através dos campos vitais, propiciando o refazimento e recomposição…”

O passe é uma transfusão de fluidos de um ser para outro. Emmanuel o define como uma “transfusão de energias físio-psíquicas”.

Os idosos, em geral não têm condições de processar os fluidos como às pessoas mais jovens, com isso o passista deve ter boa reserva de fluidos, além de muito amor, fé e vontade.

Segundo Deleuze “o magnetismo convenientemente aplicado é calmante, porquanto restabelece o equilíbrio, porém não é menos certo que é também tônico, que acelera ordinariamente a circulação e que aumenta a ação vital.” Nos idosos que precisam de energia, melhora de circulação e aumento da vitalidade a magnetização é como bálsamo, alivia as dores da idade e dá mais vontade.

Outro dado importante nos trabalhos de magnetização é a obrigatoriedade da oração e da participação de palestras de cunho moral sobre os ensinamentos que nosso maior professor, Jesus Cristo, nos deixou quando esteve encarnado aqui na Terra. Como os idosos já estão na reta final de sua missão aqui neste plano é muito importante a sua espiritualização e a aproximação dos Bons Espíritos.

O Espiritismo nos faz compreender que pela prece, o homem atrai o concurso dos Bons Espíritos, que o vêm sustentar nas suas boas resoluções e inspirar-lhe bons pensamentos. Deus recompensa a intenção, o devotamento e a fé de quem ora por isso, “Pedi e obtereis”.

Orando temos muitas vantagens, criamos um campo de proteção energética, fortalecemos nossa aura, melhoramos o ambiente e as pessoas a nossa volta, melhoramos a saúde, criamos mais fé e esperança e amenizamos nossas angústias e sofrimentos. Nos idosos o ambiente, a saúde e a redução das angústias e sofrimentos do final da vida darão uma maior harmonia e paz que tanto precisam.

Finalizando, ressaltamos que a magnetização nos idosos ajuda na sua espiritualização, devido às palestras iniciais, incentiva-os a práticas virtuosas como a oração, o perdão, elevando seu pensamento e amenizando os sofrimento e angústias.

BIBLIOGRAFIA
1- Cure-se e Cure pelos Passes – Jacob Melo – 2008.
2- Evangelho Segundo o Espiritismo – Alan Kardec – Cap.27

rodapeFLF

Expoentes da Medicina Atuantes no Espiritismo

artigo08_03_1

Na medicina temos muitos profissionais que acreditavam na espiritualidade e mediunidade nos homens e se dedicaram a estudá-la.

Dentre eles temos um Prêmio Nobel Charles Robert Richet (25/08/1850 – 04/12/1935) francês, fisiologista que inicialmente investigou uma variedade de assuntos, tais como a neuroquímica, digestão, respiração, termorregulação em homeotérmicos animais. He won the Nobel Prize “in recognition of his work on anaphylaxis ” in 1913. [ 1 ]

artigo08_03_2

Ele ganhou o Prêmio Nobel em reconhecimento do seu trabalho em anafilaxia, em 1913. He also devoted many years to the study of spiritualist phenomena. A anafilaxia é uma grave reação alérgica que é rápida no início e pode causar a morte. Ele normalmente provoca uma série de sintomas, incluindo uma erupção cutânea, inchaço da garganta, e pressão arterial baixa. Common causes include insect bites/stings, foods, and medications.As causas mais comuns incluem picadas de insetos / ferroadas, alimentos e medicamentos. Esta pesquisa ajudou a elucidar a febre do feno, asma e outras reações alérgicas a substâncias estranhas e explicou alguns casos previamente não compreendidos da intoxicação e morte súbita.

Ele também dedicou muitos anos para o estudo de fenômenos espíritas. Richet acreditava que a mediunidade podia ser explicada fisicamente devido à projeção externa de uma substância material (ectoplasma) do corpo do médium.

Outro expoente na área de medicina espiritual é Marlene Nobre, médica ginecologista e obstetra, espírita de berço, fundadora e presidente da AME – Associação Médico-Espírita Brasileira, hoje atua nas tarefas do Grupo Espírita Cairbar Schutel (GECS), do Lar do Alvorecer, da Folha Espírita, da AME-Brasil e Internacional.

artigo08_03_3

O objetivo das AMEs pelo mundo afora é a construção da espiritualidade na Medicina. Como afirmou Marlene Nobre “Aos poucos, os preconceitos vão sendo vencidos e os novos conceitos passam a ser incorporados pela maioria das instituições de saúde, beneficiando, em muito, a vida no planeta. Mas é preciso paciência. E, sobretudo, tolerância e compreensão, porque, como dizia Einstein, é mais fácil quebrar um átomo do que um preconceito”.

Conhecemos no 6º. Encontro mundial de Magnetizadores Espíritas deste ano o médico Dezir Vêncio, especialista em nefrologia, professor em Clinica Médica da Universidade Federal de Goiás, vive-presidente da FEEGO – Federação Espírita do Estado de Goiás e palestrante espírita. Atua no Centro Espírita em Goiânia e tem feito palestras a muitos anos sobre Magnetismo, inclusive na AME-GO da qual é colaborador.

artigo08_03_4

Tem apresentado palestras nos EMME – Encontro Mundial de Magnetizadores Espíritas constantemente sobre temas como Fibromialgia e Coerência Cardíaca, apresentado este ano.

A participação de profissionais da medicina nos trabalhos espíritas vem fortalecer os laços da religião e da ciência que estavam afastados, procurando fundamentar através da criação e realização de pesquisas e estudos os fenômenos acontecidos.

BIBLIOGRAFIA
– Bibliografia de Charles Robert Richet – http://pt.wikipedia.org/wiki/Charles_Robert_Richet;
– Entrevista com Marlene Nobre – http://www.portalespiritualista.org/entrevistas/587-entrevista-com-marlene-nobre;
– Devir Vêncio – http://medicinaespiritual.blogspot.com.br/2008/04/porque-o-magnetismo-dr-dezir-vencio.html;
– AME Brasil – http://www.amebrasil.org.br/2011/.

rodapeFLF

O Tabagismo é um Vício que nos Acompanha Após a Morte Causando-nos Terríveis Sofrimentos

artigo08_02_1

No mês de agosto temos duas datas significativas para o bem-estar da pessoa humana: 5/8 é o dia Nacional da Saúde e 29/8 o dia Nacional de Combate ao Fumo.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o tabagismo é a causa de morte prematura de seis milhões de pessoas por ano. Apesar de amplamente comprovado o seu maleficio pela ciência médica, ainda milhares se deixam seduzir pela enganosa propaganda dos cigarros.

Quem elimina o vício de fumar está, seguramente, construindo um futuro mais saudável, pois tabagismo é a dependência que o organismo desenvolve da substância chamada “nicotina”, presente no tabaco.

Para os que se iniciam nos estudos do espiritismo e sua mensagem redentora de renovação moral, logo são convidados à mudança pelo abandono dos vícios materiais e morais.

Entre os vícios materiais temos o mau hábito de fumar. Por que é um vício? Porque avilta a pessoa humana. É um hábito desgraçado que nos arrasta para o mal, o sofrimento e a doença.

Deve, portanto ser combatido com firmeza por todos os que desejam se espiritualizar, e assim obter uma melhor qualidade de vida.

Aos que magnetizam e dão passes é terminantemente proibido o uso do tabaco, mesmo sendo eventual. André Luiz, médico desencarnado que escreveu muitos livros sobre o mundo espiritual, através de Chico Xavier informa que:

“Todos nós somos dínamos, vivendo nos mais remotos ângulos da vida, com o Infinito por clima de progresso e com a eternidade por meta sublime.

Geramos raios, emitimo-los e recebemo-los constantemente. Nossas atitudes e deliberações, costumes e emoções criam cargas elétricas de variadas expressões. O uso do álcool estabelece raios entorpecentes. O uso do fumo arremessa raios venenosos.”

 
artigo08_02_2

Portanto temos até do mundo espiritual a confirmação de que nos envenenamos com o uso do tabaco e ainda emitimos raios venenosos contra os nossos semelhantes, mesmo sem desejar.

Aqueles que desencarnam viciados no tabaco ou nos alcoólicos sofrem terríveis crises de abstinência, pois uma vez liberto do corpo físico o espírito imortal não se modifica, levando consigo as virtudes e vícios de que é portador.

Experimentará no plano espiritual todas as sensações, mas agora despido do amortecimento que proporciona o corpo físico, através da encarnação.

No livro “Nos Domínios da Mediunidade” André Luiz descreve através da psicografia de Chico Xavier uma cena de botequim muito esclarecedora ao nosso propósito de educação espiritual. Está no capítulo 15 sob o título “Forças Viciadas”.

Relata André Luiz uma visita a uma bar lotado de frequentadores:

Junto de fumantes e bebedores inveterados, criaturas desencarnadas de triste feição se demoravam expectantes. Algumas sorviam as baforadas de fumo arremessadas ao ar, ainda aquecidas pelo calor dos pulmões que as expulsavam, nisso encontrando alegria e alimento. Outras aspiravam o hálito de alcoólatras impenitentes.

(…) Muitos de nossos irmãos, que já se desvencilharam do vaso carnal, se apegam com tamanho desvario às sensações da experiência física, que se cosem àqueles nossos amigos terrestres temporariamente desequilibrados nos desagradáveis costumes por que se deixaram influenciar.

- Mas por que mergulhar, dessa forma, em prazeres dessa espécie?

- Hilário – disse o Assistente, bondoso -, o que a vida começou, a morte continua… Esses nossos companheiros situaram a mente nos apetites mais baixos do mundo, alimentando-se com um tipo de emoções que os localiza na vizinhança da animalidade.

Os benfeitores espirituais se manifestam com o objetivo de orientar os irmãos do plano físico, para que reflitam os seus atos e se melhorem. Como vimos, não alcançaremos a evolução espiritual sem a pureza do corpo físico, e sem a pureza de pensamentos e sentimentos.

artigo08_02_3

Precisamos nos libertar definitivamente destes vícios, destas influências perniciosas e lamentáveis, conforme nos descreveu acima Andre Luiz.

Compreendamos que estamos nos suicidando lentamente, na mais lamentável negligência moral, ao continuarmos com estes vícios. Há milhares de pessoas no mundo inteiro que vivem escravizadas por estes espíritos ignorantes, como nos relata André Luiz, e por eles utilizados como verdadeiras piteiras vivas, além de outros propósitos igualmente degradantes.

É somente através de nossa vontade firme de mudar, e com o apoio do plano espiritual, adquirido através de orações regulares e sinceras, que conseguiremos vencer os vícios. Depende de nós mesmos, do nosso livre arbítrio, da nossa escolha pessoal, a firme determinação de mudar, de adquirir novos e saudáveis hábitos.

Aproveitemos o Dia Nacional Da Saúde e o Dia Nacional De Combate Ao Fumo para fazer esta reflexão.

rodapeFLF

O Passe nas Casas Espíritas

artigo07_06_1

Os fenômenos mediúnicos ao lado do magnetismo foram os precursores da Doutrina Espírita e Allan Kardec a partir deles compôs todo o arcabouço teórico e prático do Espiritismo.

A meta maior da Doutrina Espírita é a cura do Espírito, com a elevação das pessoas em todos os níveis: intelectual, moral e espiritual. O tratamento é mais uma técnica desse conjunto harmônico.

O termo “passe” tem significados distintos, mas pode ser entendido como uma terapia espírita, como uma parte do magnetismo, como uma técnica de cura ou ainda como o sentido genérico da “fluidoterapia”.

O uso do magnetismo como forma de cura é bastante antigo, sendo utilizado desde a antiguidade e não surgiu com o Espiritismo, não sendo uma criação da Doutrina Espírita. Esse meio de socorrer os enfermos do corpo e da alma já era conhecido e empregado na antiguidade. Na Caldéia e na Índia, os magos e brâmanes, respectivamente, curavam pela aplicação do olhar.

Jesus o utilizou, “impondo as mãos” sobre os enfermos e perturbados espiritualmente, para beneficiá-los e ensinou essa prática aos seus discípulos e apóstolos, que também a empregaram, largamente, como vemos em “Atos dos Apóstolos”.

André Luiz define que o passe “é o equilibrante ideal da mente”, funcionando como coadjuvante em todos os tratamentos, não só físicos, mas igualmente da alma. Com isso o objetivo de passe fica categorizado como elementos a serem alcançados em dois campos: materiais e espirituais.

Segundo Jacob Melo, “o passe é uma transfusão objetiva de fluidos de um ser para o outro ou ainda a interferência intencional do campo fluídico de alguém sobre idêntico campo de outro alguém, tanto em termos físicos como espirituais.” Ou ampliando a definição diz que “o passe nada mais é do que a transmissão ou a manipulação de um fluido, de uma energia curadora, de quem a possui para quem necessita.” E conclui dizendo que “o passe atua diretamente sobre o corpo espiritual através dos campos vitais, diretamente sobre o corpo orgânico, propiciando interações intermoleculares de refazimento e recomposição, e diretamente sobre a mente, ensejando refrigérios psíquicos e/ou atenuando envolvimentos espirituais negativos.”

O passe é uma transfusão de fluidos de um ser para outro. Emmanuel o define como uma “transfusão de energias físiopsíquicas”. Beneficia a quem o recebe porque oferece novo contingente de fluidos já existentes. Considera “equilibrante ideal da mente, apoio eficaz de todos os tratamentos” e compara sua ação à do antibiótico e à assepsia, que servem ao corpo frustrando instalação de doenças.

artigo07_06_2

O passe sempre se dirige da mente de um Espírito para a mente de outro, independentemente da forma em que se encontram, encarnada ou desencarnada. Por isso consideramos que o passe é sempre uma ação espírita, que se desenvolve invariavelmente, de um para outro Espírito.
A finalidade da reunião de fluidoterapia é aliviar os companheiros quando se instalam doenças físicas, com um tratamento de natureza essencialmente espiritual. (“Vinde a mim todos vós que vos achais sobrecarregados e aflitos, que eu vos aliviarei.”) S. Mateus, cap. XI, vv. 28 a 30.

Para as Casas Espíritas, Jacob Melo acrescenta “a magnetização ou o passe é um serviço importante, pois a sua simplicidade aliada ao seu reconfortante alcance, principalmente quando utilizado de forma concomitante a doutrinação e a elucidação evangélico-doutrinária, é de tamanha envergadura que não se deveria deixar jamais de praticá-lo nas Instituições Espíritas”.

Como afirmou Jacob Melo “O passe Espírita objetiva no consulente o reequilíbrio orgânico (físico), psíquico, perispiritual e espiritual. Para os médiuns o passe é uma oportunidade sagrada de praticar a caridade sem mesclas, desde que imbuídos do verdadeiro Espírito cristão, sem falar na bênção de podermos estar em companhia de bons Espíritos que, com carinho, diligência, amor, compreensão e humildade se utilizam de nossas ainda limitadas potencialidades energéticas em benefício do próximo e de nós mesmos”.

O paciente deve atentar para algumas instruções para que o passe seja eficiente. O ideal é que esteja receptivo, pois o passe será tanto mais eficiente quanto mais intensa a adesão da vontade do paciente ao influxo recebido. No dia do tratamento a alimentação deve merecer atenção especial: ausência de qualquer tipo de carne (animais, frango ou peixes). Não ingerir produtos ricos em proteínas (eles dificultam a recepção dos fluidos que agem no corpo perispiritual, sede principal das doenças físicas). Devem abster-se de alcoólicos de qualquer natureza, tabaco (cigarro) e vícios gerais (jogo de cartas etc.), durante o tratamento da fluidoterapia. Quando possível, manter um clima de tranqüilidade íntima, com preces, leituras e reflexões em que pese os compromissos diários (sem qualquer envolvimento em condutas de agressividade, rebeldia, ódios etc.). O paciente deve realizar todas as recomendações solicitadas pelo passista, cultivando no lar, o Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo (não sendo possível com a família, fazê-lo individualmente) e aconselha-se a observância irrestrita da orientação médica, pois o tratamento espiritual não atua no corpo físico e sim no Espírito e no perispírito.

artigo07_06_3

O tratamento por magnetização requer assiduidade e perseverança e atendimento das recomendações indicadas, pois sabemos que fluidificação não dura mais de uma semana e que faltar ao tratamento interrompemos e não teremos os benefícios que queremos.

BIBLIOGRAFIA

– O Passe, Seus Estudos, Suas Técnicas, Sua Prática – Jacob Melo – FEB 1991.
– Cure-se e Cure Pelos Passes – Jacob Melo – 2008.
– O Passe nos Centros Espíritas e nas Visitas aos Enfermos – Luiz Carlos Barros Costa. Email: costainicaste@globo.com
– Técnicas do Passe – Wladimir Sanches. USE – São Paulo.

rodapeFLF

Hospitais Espíritas

artigo07_03_1

Existem hoje no país diversos hospitais espíritas, sendo que o mais antigo está localizado em Porto Alegre, no Estado do Rio Grande do Sul e foi idealizado em 1912 e fundado somente em 1924, fruto de questionamento de um grupo de espíritas que se reuniam periodicamente na Sociedade Espírita Allan Kardec. Eram coordenados pelo médico Oscar Pithan, inspirados por Bezerra de Menezes. Preocupavam-se com os distúrbios mentais enfrentados por expressivo contingente de pessoas desassistidas, sem nenhuma condição financeira, e buscando associar-se a instituições que tratassem ou fornecessem orientações sobre transtornos psíquicos.

artigo07_03_2

Hoje são cinco blocos de seis andares, com área total de 16.720 m2 e terreno com 6 hectares. No entorno existe mata nativa e córrego natural, além de amplo espaço externo para atividades terapêuticas.

A missão é promover atendimento especializado em Saúde Mental, baseando as ações na ciência, qualidade e fraternidade. O hospital oferece Internação integral, Hospital Dia, Atendimento Ambulatorial, Ambulatório Médico, de Psicologia e de Nutrição e Departamento de Assistência Espiritual.

A assistência espiritual é desenvolvida por voluntários do Movimento Espírita atuantes na instituição. O serviço é integrado pelo setor de Psiquiatria e Enfermagem e pelos profissionais de assistente social, educador físico, terapeuta ocupacional, psicólogo, nutricionista e farmacêutico.

Outro hospital, e um dos mais antigos Hospitais Espíritas está localizado na cidade de Marília, no noroeste do Estado de São Paulo e foi fundado em 1948. Na época, através do Centro Espírita “Luz e Verdade”, liderada pelo médico Dr. Antonio Pereira Manhães, pensaram em fundar em Marília um hospital destinado ao tratamento dos doentes mentais, sob a denominação de “Hospital Espírita Deus”. O objetivo era que na época existia em São Paulo somente o Juqueri que tratava de doentes mentais. Quem não tivesse recursos era jogado preso nas cadeias públicas oferecendo, não raro, espetáculos deprimentes nas grades localizadas nas vias públicas.

O tratamento médico oferecido é o mesmo recomendado pela medicina atual, contando com a utilização dos recursos medicamentosos e de psicoterapias individuais e grupais. No tratamento espiritual o Hospital presta aos pacientes internados a assistência religiosa prevista na legislação. Como entidade espírita mantém um projeto que consta com palestras espíritas matinais, de segunda a sábado, com temas extraídos de O Livro dos Espíritos, onde participam pacientes de todas as unidades de tratamento. Logo após as palestras é feita a transmissão de energias bio-espirituais (passe), aos pacientes que o desejarem. A orientação espiritual em grupo, uma vez por semana com orientador espiritual faz parte de um grupo terapêutico onde os pacientes podem tirar suas dúvidas através de temas utilizados do Evangelho Segundo O Espiritismo. A equipe de palestrantes, orientadores e passistas compõe-se de diretores, funcionários do próprio hospital e de voluntários que freqüentam os centros espíritas da cidade.

artigo07_03_3

Hoje o Hospital Espírita de Marília oferece diversos serviços sendo A Unidade particular Alan Kardec com 23 leitos, O Hospital Dia para 30 pacientes, o Lar Abrigado anexo ao Hospital com cinco casas independentes com capacidade de 33 pacientes e o Hospital de Internação Integral.

Em Belo Horizonte, no Estado De Minas Gerias, foi fundado em 25 de dezembro de 1949 pelo Grupo Espírita da Fraternidade para prestar assistência à saúde de todos aqueles que necessitam e são carentes de recursos.

artigo07_03_4

Contando com 150 leitos, dentre eles enfermarias e quartos individuais, cerca de 250 funcionários e 350 voluntários, o hospital cuida da saúde mental e é capaz de atender pacientes nas suas necessidades de diagnóstico, tratamento e reabilitação da saúde mental.

A Assistência Espiritual prestada aos pacientes é opcional. Os recursos terapêuticos utilizados são a Fluidoterapia (Passe e Água Fluidificada), a Desobsessão, os Estudos Doutrinários, as Orientações Espirituais, o Momento de Oração e o Atendimento Fraterno. São atividades realizadas por 37 equipes de voluntários totalizando mais de 170 pessoas que disponibilizando seu tempo e conhecimento, dão apoio, esclarecimento e consolo aos pacientes e seus familiares. Todos os voluntários que laboram no HEAL são espíritas, e a base, a diretriz de todo o trabalho por eles realizado pauta-se na Doutrina Espírita, que, codificada por Allan Kardec, preconiza, por objetivo maior, a prática da Caridade ensinada por Jesus.

Os benefícios da Assistência Espiritual não se limitam aos pacientes internos, mas se estendem aos seus familiares e à comunidade em geral, atendendo a todos os irmãos que estejam à procura de alívio para suas dores.

Aqui em Santa Catarina temos outro hospital espírita denominado Núcleo Espírita Nosso Lar que foi constituído em 1986 que tem por objetivo a assistência social e promoção humana, visando uma sociedade fundada nos valores morais que possibilitem a liberdade, a igualdade, participação e solidariedade. Contribui para a melhoria da qualidade de vida dos pacientes com câncer, bem como de doenças degenerativas.

artigo07_03_5

Os trabalhos no Centro de Apoio são realizados basicamente por voluntários. Esse voluntariado atende em média 60 pessoas por semana, em regime de internação, e 80 pessoas em regime externo. Muitos pacientes também fazem parte dos grupos de auto-ajuda, coordenados por voluntários. Isso significa que o CAPC atende aproximadamente 140 pacientes por semana. As equipes operacionais são formadas por varias modalidades de terapia, que são executadas por pessoas habilitadas. Além do voluntariado, o Centro de Apoio conta com colaboradores médicos, enfermeiros, psicólogos, farmacêuticos, odontólogos, nutricionistas, administradores e terapeutas em diversas especialidades.

Além do hospital o núcleo conta ainda com a Universidade Espírita Nosso Lar, que ainda está em credenciamento junto a Ministério da Educação, mas que no mundo espiritual já está com suas bases sedimentadas, além de uma rádio para divulgar e prestas serviços a toda comunidade espírita.

Em Curitiba, na década de 1945, foi instalado o Hospital Espírita Psiquiátrico Bom Retiro que faz parte de um departamento da Federação Espírita do Paraná, que presta atendimento especializado em psiquiatria, tratamento dos transtornos mentais, alcoolismo, drogadição e psicogeriatria, em regime de internação, uma Unidade mista de atendimento-dia para Transtornos Mentais (hospital-dia), dois Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), sendo um para Transtorno Mental e outro para Dependência do Álcool e Outras Drogas, em atendimento-turno (manhã ou tarde), e Ambulatório. Tem 410 leitos, sendo parte destinado ao SUS (158 leitos), e parte particular (102 Leitos), além de Hospital Dia. Hoje ultrapassam mais de mil atendimentos mensais.

artigo07_03_6

O Hospital presta ainda um serviço de atendimento espiritual, não obrigatório, formado todo por voluntários, integrados aos trabalhos terapêuticos desenvolvidos no Hospital. As atividades são baseadas na Filosofia da Doutrina Espírita, codificada por Allan Kardec e nos resultados de pesquisas desenvolvidas pela Ciência Espírita e pela Parapsicologia. Oferece atendimentos específicos de Fluidoterapia, Momento de Reflexão e Orientação Familiar.

Como verificamos nas diversas cidades que citamos acima, o Movimento Espírita está se mobilizando para atender cada vez mais e melhor as pessoas que procuram além da saúde do corpo o despertar da evolução espiritual, que nos levará a um equilíbrio e harmonia maior.

BIBLIOGRAFIA

- Hospital Espírita de Porto Alegre – www.hepa.org.br

rodapeFLF

Água Magnetizada

06artigo5_1

A água, pela sua própria natureza, já é um fluido condensado. Temos cada vez mais que nos preocupar com os mananciais de água, para que possamos sempre usar a água magnetizada em nossos tratamentos físicos e espirituais.

No espiritismo a água magnetizada ou fluidificada trata-se de uma água potável que recebeu eflúvios magnéticos sutis, realizada com as preces e imposição das mãos, tanto de humanos como espirituais, preparada para atender as necessidades fluídicas de quem a beber. Deve ser tratada com fluidos vitais humanos e não magnetizada por imãs ou qualquer outro tipo de aparelho.

Segundo Alan Kardec, no Livro dos Médiuns, todos os corpos na natureza nascem de uma matéria elementar e que por transformações por que passa, também produz as diversas propriedades desses mesmos corpos. Daí vem que uma substância salutar pode por simples efeito de modificação tornar-se venenosa…. Fazendo para isto a sua vontade o efeito reativo. Esta teoria nos fornece a solução de um fato bem conhecido no magnetismo, mas inexplicado até hoje: o da mudança das propriedades da água, por força da vontade. A vontade é atributo essencial do Espírito, isto é, do ser pensante. Como pode operar uma modificação nas propriedades da água, pode também produzir um fenômeno análogo com os fluidos do organismo. (Cap.8, itens 130 e 131)

06artigo5_2

A prece e o pensamento de bondade representam irradiações de nossas melhores energias. Quando oramos ou meditamos exteriorizamos poderes, emanações e fluidos e a água recebe a influenciação, condensando linhas de força magnética e princípios elétricos que aliviam e sustentam, ajudam e curam.

No momento da oração feita para magnetizar a água, sabemos que há a união do magnetismo animalizado do encarnado mais o magnetismo espiritual produzido e aplicado pelos Bons Espíritos para que o resultado seja obtido. Uma vez magnetizada e ingerida, a água pode provocar os seguintes efeitos:

  1. Inibição da formação de radicais livres, ou seja, diminuição dos processos oxidativos celulares, diminuição da taxa de produção de gás carbônico, aceleração dos processos de fagocitose, incremento na produção de linfócitos (células de defesa).
  2. Observa-se na membrana celular uma maior mobilidades de íons Sódio e Potássio, melhorando o processo de osmose celular, tendo um efeito rejuvenescedor no organismo. Há uma distribuição no mecanismo de transporte de vários tipos de cátions, como é o caso do cálcio.
  3. Efeitos sobre os hormônios receptores, ativação dos linfócitos por antígenos e várias lecitinas. O processo de polarização magnética induzida (imantação) da água no organismo produz a captura e precipitação do cálcio em excesso no meio celular.
  4. Reposição da energia espiritual, renovando a estrutura perispiritual.

06artigo5_3

Como vimos, a terapêutica com o passe e a água magnetizada traz muitos benefícios ao organismo, apesar de não poder parar ou regredir as doenças geradas por resgates, doenças crônicas e degenerativas, porém tem se mostrado eficiente para doenças psicossomáticas. (http://www.irc-espiritismo.org.br)

Se desejas, portanto, o concurso dos Amigos Espirituais, na solução de tuas necessidades fisiológicas ou dos problemas de saúde e equilíbrio dos companheiros, coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações, espera e confia. O orvalho do Plano Divino magnetizará o líquido, com raios de amor, em forma de bênção, e estarás, então, consagrando o sublime ensinamento do copo de água pura, abençoado nos Céus. (Francisco Xavier)

BIBLIOGRAFIA

  • Livros dos Médiuns – Alan Kardec;
  • Francisco Xavier por Emanuel _ O Consolador;
  • A ação da água fluidificada no organismo. Fernanda Lima, 2005 – Rio de Janeiro – http://www.irc-espiritismo.org.br
  • Fluidoterapia Espírita – Passes e Água Fluidificada. Alirio Cerqueira César, 2011.
  • Magnetismo Espiritual – Michaelus, 10ª. edição, 2007.

rodapeFLF