Culto Espírita

“Não penseis que eu tenha vindo destruir a lei ou os profetas: não os vim destruir, mas cumpri-los.” Jesus (Mateus, 5:11) Assim como o Cristo disse: “Não vim destruir a lei, porém cumpri-la, também o Espiritismo diz: “Não venho destruir a lei cristã, mas dar-lhe execução.”  (Cap. 1, item: 7)

O Culto Espírita, expressando veneração aos princípios evangélicos que ele mesmo restaura, apela para o íntimo de cada um, a fim de patentear-­se.  Ninguém precisa inquirir o modo de nobilitá­-lo com mais grandeza, porque reverenciá-lo é conferir­-lhe força e substância na própria vida.

Mãe, aceitarás os encargos e os sacrifícios do lar amando e auxiliando a Humanidade, esposo e nos filhos que a Sabedoria Divina te confiou.

Dirigente, honrarás os dirigidos.

Legislador, não farás da autoridade instrumento de opressão.

Administrador, respeitarás a posse e o dinheiro, empregando-lhes os recursos no bem de todos, com o devido discernimento.

Mestre, ensinarás construindo.

Pensador, não torcerás as convicções que te enobrecem.

Cientista, descortinarás caminhos novos, sem degradar a inteligência.

Médico viverás na dignidade da profissão sem negociar com as dores dos semelhantes.

Magistrado, sustentarás a justiça.

Advogado, preservarás o direito.

Escritor, não molharás a pena no lodo do viciado, nem no veneno da injúria.

Poeta, converterás a inspiração em fonte de luz.

Orador, cultivarás a verdade.

Artista, exaltarás o gênio e a sensibilidade sem corrompê­-los.

Chefe, serás humano e generoso, sem fugir à imparcialidade e à razão.

Operário, não furtarás o tempo, envilecendo a tarefa.

Lavrador, protegerás a terra.

Comerciante, não incentivarás a fome ou o desconforto, a pretexto de lucro.

Cobrador de impostos, aplicarás os regulamentos com equidade.

Médium, serás sincero e leal aos compromissos que abraças, evitando perverter os talentos do plano espiritual no profissionalismo religioso.

A presente citação e todas as demais colocadas neste livro, em seguida aos textos evangélicos, forem extraídas de  “O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO”, de Allan Kardec. O culto espírita possui um templo vivo em cada consciência na esfera de todos aqueles que lhe esposam as instruções em conformidade com o ensino de  Jesus: “O reino de Deus está dentro de vós ”e toda a sua teologia se resume na  definição do Evangelho: “a cada um por suas obras.” A  vista  disso,  prescindindo  de  convenção  pragmática, temos nele o caminho libertador da alma, educando­,  raciocínio e sentimento, para que possamos  servir na construção do mundo melhor.

LIVRO DA ESPERANÇA mensagem ditada pelo Espírito Emmanuel e psicografada por Francisco Cândido Xavier

Orando cada dia

1 Senhor!…  Faze-me perceber que o trabalho do bem me aguarda em toda parte.

2 Não me consintas perder tempo, através de indagações inúteis.

3 Lembra-me, por misericórdia, que estou no caminho da evolução, com os meus semelhantes, não para consertá-los e sim para atender à minha própria melhoria.

4 Induze-me a respeitar os direitos alheios a fim de que os meus sejam preservados.

5 Dá-me consciência do lugar que me compete, para que não esteja a exigir da vida aquilo que não me pertence.

6 Não me permitas sonhar com realizações incompatíveis com os meus recursos, entretanto, por acréscimo de bondade, fortalece-me para a execução das pequeninas tarefas ao meu alcance.

7 Apaga-me os melindres pessoais, de modo que não me transforme em estorvo diante dos irmãos, aos quais devo convivência e cooperação.

8 Auxilia-me a reconhecer que cansaço e dificuldade não podem converter-me em pessoa intratável, mas mostra-me, por piedade, quanto posso fazer nas boas obras, usando paciência e coragem, acima de quaisquer provações que me atinjam a existência.

9 Concede-me forças para irradiar a paz e o amor que nos ensinaste.

10 E, sobretudo, Senhor, perdoa as minhas fragilidades e sustenta-me a fé para que eu possa estar sempre em ti, servindo aos outros.

Assim seja.

 Meimei

Campanha o Evangelho no Lar

Evangelho no Lar

“Porque, onde estiverem dois ou mais reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles”
Jesus em Mateus 18:20

O que é?

O Evangelho no lar é a reunião dos membros da família, sob o amparo de Jesus, para ler e refletir sobre o Evangelho.

Evangelho-no-larPor que fazer o Evangelho no lar?

Toda vez que se ora num lar, prepara-se a melhoria do   ambiente  doméstico. Cada prece de coração constitui emissão fluidomagnética  de relativo poder. Por isso mesmo o culto doméstico do Evangelho  não é tão só um ato de iluminação interior, mas também um processo avançado de defesa exterior.

Vantagens:

  • Para bem compreender e sentir o Evangelho, a fim de melhor vivenciar seus ensinamentos e adotá-los como prática diária.casat
  • Para tornar as reuniões evangélicas em família um hábito salutar, despertando e intensificando o sentimento de fraternidade que deve existir entre as criaturas.
  • Para proteger o lar e a família por meio de bons pensamentos, atraindo a presença dos mensageiros do Bem.
  • Para obter o amparo necessário que favoreça superar dificuldades materiais e espirituais, de acordo com a recomendação de Jesus: “Orai e vigiai”.

 

Como fazer o Evangelho no lar?

aquarolibooks_01082012141304-156x160Reunir a família uma vez por semana em dia e hora previamente combinados.

Iniciar com uma prece simples e espontânea.

Providenciar uma jarra com água pura para fluidificação para ser servida no final da reunião.

Ler um trecho de O Evangelho segundo o Espiritismo e comentá-lo de forma que todos possam entender, sem criar polêmica.

Em seguida fazer vibrações todos juntos.

images

Fazer vibrações: é emitir sentimentos e pensamentos de amor, paz e harmonia

  • pela paz universal
  • pela paz no Brasil
  • pelas crianças, jovens e idosos
  • pelas criaturas enfermas do corpo e da alma
  • pelos desencarnados carentes
  • pelas pessoas com as quais não nos afeiçoamos
  • pelo incentivo e proteção dos trabalhadores do Bem e da VerdadeEvangelhoLar4
  • pelos familiares
  • por nós mesmos

 

Lembretes

A reunião deverá ser conduzida por pessoa da família, que more na casa em que está sendo feita. A participação de todos deve ser incentivada.

Usar o Evangelho segundo o Espiritismo como leitura básica. Pode-se complementar com a leitura de outras obras de boa procedência.ese-petit

Tomar o cuidado de não transformar a reunião evangélica em trabalho mediúnico. A mediunidade deve ser praticada em entidade espiritualista adequada.

Não suspender a reunião em virtude de eventos adiáveis ou visitas. Visitantes podem ser convidados a participar do culto.

img_evangelho_no_lar

Prece Final: Um Pai Nosso ou uma prece espontânea dita do coração, solicitando aos Benfeitores Espirituais a fluidificação da água e servindo meio copo para cada um presente.

 

Download

Campanha o Evangelho no Lar